O dia a dia do condomínio não é fácil, seus administradores precisam estar atentos a todos os detalhes que envolvem a gestão, manutenção e economia. Um dos maiores desafios é o de controlar os custos, e dentre todos eles, um assunto pode tirar a paz dos gestores é o consumo de energia elétrica. Os gastos com este recurso ocorrem porque, independentemente, do porte e das características do condomínio, a necessidade de iluminação em áreas comuns, tais como garagens, corredores, hall social, elevadores, jardins, entre outros, é constante.

Mas se economizar energia nem sempre é uma tarefa simples, mas também não é impossível. Basta ter um pouco de disciplina e prevenção, adotando algumas medidas que ajudarão, e muito, a reduzir os gastos. Principalmente, porque a redução deste tipo de custo pode ter um grande impacto no valor a ser pago pelos condôminos. Sem falar que, combatendo o desperdício e economizando energia elétrica, é ainda possível preservar o meio ambiente.

Entre as medidas que podem evitar o desperdício de luz está a substituição de lâmpadas incandescentes pelas fluorescentes ou pelas de LED, a colocação de sensores de presença e as conhecidas minuterias, além de dimmers, que são dispositivos que fazem a graduação da intensidade da luz.

Estudos mostram que é possível reduzir em até 25% o consumo de energia elétrica com a substituição das lâmpadas. Além disso, as lâmpadas fluorescentes tem uma durabilidade maior que as outras. Elas chegam a durar de 6 mil a 10 mil horas, enquanto as incandescentes duram, em média, de 750 a 1000 horas.

 

[...] Fonte: Revista o Sindico

 

Todos os condomínios podem contar com A MIMEG, bem como  seu bom atendimento, seriedade, atenção e dedicação às necessidades de seus clientes.

Colocamo-nos a seu inteiro dispor para esclarecer qualquer dúvida que possa existir e fornecer informações adicionais sobre a MIMEG e seus serviços. Na certeza de que contribuiremos nas soluções técnicas de eventuais necessidades que sua empresa possa ter.